vídeos


Uma Página Numa Rede Social (retirado do facebook)

2/6/2017
(escolas privadas subsidiadas pelo Estado)
Manipulação Jornalística Desmascarada em Directo
Durante a última semana, o tema do financiamento público a colégios privados voltou aos jornais. Tal como aconteceu em 2016, os jornais pareceram fortemente parciais na forma como noticiaram o tema, dando amplo destaque à perspectiva dos privados e parecendo atirar para segundo plano a poupança conseguida pelo Estado - canalizada para reforçar a aposta na Escola Pública.

Nas notícias, pudemos ler títulos como "Colégios privados dizem que novos cortes trazem despedimentos", "Colégios privados criticam novo corte nos contratos de associação", "Novos cortes nos colégios afectam 268 turmas. 'Espantoso e absurdo'" ou "Cortes trazem despedimentos e mudam 6000 alunos de escola". Ou seja, a perspectiva negativa estava sempre presente, concentrando-se nos problemas que esta medida alegadamente causaria, e quase negligenciando os benefícios que ela implica.

Se bem que os órgãos de comunicação devem dar a voz aos vários intervenientes de um determinado tema, a verdade é que, neste assunto em concreto, os colégios estão sempre sobre-representados nas notícias. Por algum motivo, a perspectiva do actual Ministério da Educação é quase desconsiderada.
Este vídeo, de um programa passado em 2016, realça precisamente esse enviesamento. Aqui, o Professor Santana Castilho, com enorme elevação e discernimento, expõe a forma como uma peça jornalística foi deliberadamente manipulada para tentar fazer parecer com que a não renovação de contratos de associação seria prejudicial ao Estado, e ainda explica por que ficamos todos a ganhar com a aposta na Escola Pública. E tudo isto é dito frontalmente, em directo, cara a cara com uma jornalista que parecia tudo menos imparcial neste tema.

É um poderoso exemplo de como uma intervenção num debate pode ser absolutamente arrasadora, mas transmitida com uma classe e uma eloquência desarmantes.

Uma Página Numa Rede Social

O vídeo corresponde a uma edição nossa de um excerto do programa Acerto de Contas, da já extinta ETV. O programa completo, dividido em duas partes, pode ser revisto aqui:


...
 vídeo de 2016:



30 de Maio de 2015

O Estado da Educação em Portugal:

FACTOS e ALTERNATIVAS



https://youtu.be/m7GKj_kU3iA
fonte


11 de Outubro de 2014
no ISCTE

Conferência Nacional 
Serviço Público e Bem Comum 
o direito constitucional à Educação
 



29 de Março de 2014

Testemunho na Sessão Comemorativa dos 40 anos do 25 de Abril 




18 de Fevereiro de 2014
programa Discurso-Directo

  



7 de Junho, 2012
na TVI


sobre o Estatuto do Aluno de Crato:
http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/estatuto-do-aluno-santana-castilho-opiniao-educacao-nuno-crato-tvi24/1353731-4071.html

Setembro de 2011
https://youtu.be/2gY0cvk-3iQ

Santana Castilho:
"Nuno Crato não sabe o que é uma escola"
Professor defende que o ministro da Educação começou "o reinado como um autêntico palhaço da avaliação do desempenho" dos professores e fala em impreparação.
Por:Janete Frazão / João Pereira Coutinho




5 de Julho de 2011: da falta de preparação e de rigor, quer do PM, quer do ME; das promessas vagas de Nuno Crato; do incumprimento de promessas; do programa do governo e de 'O Ensino Passado a Limpo'
.
.
.

*
3 de Julho, 2011 - Sic notícias, jornal das 19
onde Santana Castilho desmonta falácias relativamente à organização da rede escolar, faz revelação-bomba, arrasa na apreciação do carácter de Passos Coelho e dá evidência da impreparação de Nuno Crato e do seu desconhecimento das coisas da Educação

.
.

*
- lançamento de "O Ensino Passado a Limpo", de Santana Castilho
12 de Junho, 2011, hotel Tiara Park, Lisboa

excertos da intervenção do autor criticando o programa eleitoral do PSD para a Educação, tão contrário ao  presente no livro - prefaciado (e encomendado) por Passos Coelho:
.
.




*
pouco antes das legislativas de 2009, que viriam a dar 2ª vitória a José Sócrates ..

retirado daqui:
Santana Castilho, Mário Nogueira e João Dias da Silva no debate sobre política educativa promovido esta manhã pelo PSD

Teve início às 10:30 o debate promovido pelo Grupo Parlamentar do PSD no edifício novo da AR. Depois de uma comunicação oral a cargo de Santana Castilho, segue-se um debate com a participação de Mário Nogueira (Fenprof), João Dias da Silva (Fne) e João Grancho (ANP).

Está prevista a participação no debate de Octávio Gonçalves (PROmova), Ricardo Silva (Apede) e Ilídio Trindade (MUP). O debate termina às 13:00 com uma intervenção de José Aguiar Branco, líder parlamentar do PSD.

Santana Castilho distribuiu aos presentes um texto de 10 páginas com o título "Dessacralizando a Avaliação de Desempenho". Para ter acesso ao texto completo, clique aqui. É um texto que desmonta os putativos efeitos benéficos da avaliação de desempenho na qualidade das aprendizagens.

O autor faz a crítica dos modelos de avaliação de desempenho de tipo taylorista e contrapõe-lhes modelos não burocráticos e que evitem a armadilha da quantificação e das grelhas. E afirma que os modelos de avaliação das empresas que produzem bens tangíveis não se aplicam às organizações que prestam serviços e bens não tangíveis como é o caso da escola.

Castilho desmistifica a ideia de que, nas últimas décadas os professores não teriam sido avaliados e defende a ideia de que as instituições maduras se preocupam mais com a promoção dos valores que potenciam, a partir de dentro, a melhoria dos desempenhos do que na criação de instrumentos de medida que visam promover a melhoria de desempenho através de sistemas de prémios e penalizações.

Intervenção inicial de Santana Castilho no debate "um rumo para a educação"






nota: pouco tempo depois, e contrariamente ao que esta intervenção de Santana Castilho levaria a supor, (e, de resto, a própria circunstância de o terem convidado para este debate), o PSD viria a aliar-se ao PS, sancionando a manutenção das políticas educativas tão contestadas no anterior mandato de José Sócrates (nomeadamente o modelo de ADD), assim renegando as reiteradas promessas eleitorais de apoio à causa dos professores e da Escola Pública ..


*
sobre os (discutíveis) resultados da OCDE e o aproveitamento político que deles fizeram José Sócrates e Maria de Lurdes Rodrigues

.
.
ler aqui: Um outro olhar sobre os olhares da OCDE
in Público, 15/09/2010


*

Santana Castilho analisa a avaliação dos professores na sic noticias 1 Part 2 

.

.


 *
entrevista na SIC:
26/02/2009

Santana Castilho avalia as políticas para a Educação
nos primeiros 4 anos do governo de José Sócrates (1.º mandato)



*