18/04/2015

"da escola que temos à escola que queremos"



DA ESCOLA QUE TEMOS À ESCOLA QUE QUEREMOS: 
com SANTANA CASTILHO 
21 de Abril às 21 horas 

Na Escola Secundária de Paredes, na próxima terça feira, às 21:00 horas, o professor Santana Castilho, uma das vozes mais emblemáticas nas questões educativas actuais e um crítico muito severo das linhas de acção do MEC, vai analisar os seguintes temas:
Como pensar e/ou resolver as equações que se seguem?
  • Sistema de Avaliação dos Alunos + Sistema de Avaliação dos Professores versus Rankings das Escolas e a Avaliação das Próprias Instituições. 
  • A Tendência para a Uniformização e a Centralização versus A Necessidade de Diversificação e de Descentralização 
  • Por que razão, no desenvolvimento das políticas educativas do pós 25 de abril, assistimos constantemente a um movimento de fazer-desfazer, qual Penélope, das políticas desenhadas para o sistema educativo português, mesmo naquelas que assentam em fundamentos científico-pedagógicos já testados e validados? 
  • E por que razão, face a tal facto, a comunidade científica e educativa opta pelo silêncio diante do poder?


Escola Secundária de Paredes
Rua António Araújo
4580-045 Paredes

telefone-255 782 127
fax-255 782 890
geral@esparedes.pt


Paredes é uma cidade portuguesa no Distrito do Porto, região Norte e subregião do Tâmega, com cerca de 12 654 habitantes. É sede de um município com 156,56 km² de área e 85 428 habitantes (2004), subdividido em 24 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Paços de Ferreira, a leste por Lousada e por Penafiel, a sudoeste por Gondomar e a oeste por Valongo. Fica na comunidade urbana do Vale do Sousa. O concelho foi criado em 1836, sucedendo, em grande parte, ao antigo concelho de Aguiar de Sousa. Presentemente o município de Paredes tem três cidades: Paredes, Rebordosa e São o Salvador de Lordelo, e uma cidade em estatuto especial, Gandra. fonte: http://portalnacional.com.pt/porto/paredes/